Sobre o IRN

A nossa história

A formalidade do registo em Portugal remonta ao século XIX, quando em 1801 os cosmógrafos do Reino terão sido incumbidos, por alvará, de organizar o cadastro e o livro geral da propriedade. No entanto, só a partir de 1863, com a publicação da primeira Lei Hipotecária, é que o registo predial começou a produzir efeitos. 

A 22 de dezembro de 1945 foi criada, no Ministério da Justiça, a Direcção-Geral dos Registos e do Notariado, para a superintendência dos serviços de registo civil, predial, comercial e da propriedade automóvel e dos serviços notariais. Desde então, a atividade de registo passou por inúmeras transformações para responder às necessidades dos cidadãos.

O IRN, tal como existe hoje, foi criado em 2007 e integrado na administração indireta do Estado, sob a designação de Instituto dos Registos e do Notariado, I.P.

Conheça a nossa história nesta infografia